Dia 11 de setembro no Chile: entenda e tome cuidado

Nos últimos anos, o Chile se tornou um destino muito procurado pelos brasileiros, principalmente pelo aumento de frequências de voos partindo do Brasil.

Se você está preparando seu roteiro para uma viagem ao Chile, fatalmente passará por Santiago.

A capital chilena foi palco de um episódio conturbado há algumas décadas: a deposição do governo que lá atuava e a tomada do poder pelas Forças Armadas.

*** MUITO IMPORTANTE: as informações deste artigo não possuem quaisquer vínculos com qualquer ideologia. Trata-se, apenas, de um apanhado de informações para ajudar o leitor a ter maior segurança em sua visita ao Chile. Que a paz reine sempre 🙂 ***

Para viajar coom mais tranquilidade, você pode contratar seu seguro viagem com a Seguros Promo. Eu sempre contrato e viajo sossegado pelo mundo.

CONTRATE SEU SEGURO VIAGEM COM DESCONTO AQUI


O Chile em 1973 e a ascensão dos militares

A situação, na época, era bastante complicada no Chile. O País passava por uma das maiores crises que a América Latina já presenciou. O governo do socialista Salvador Allende vivia dificuldades para se manter.

A insatisfação popular e o estado precário do Chile levaram as Forças Armadas chilenas, lideradas pelo General Augusto Pinochet, a tomar o poder em 11 de setembro daquele ano.

Foi exigida a renúncia de Allende. Após sua deposição, o então Presidente ficou refugiado no Palácio La Moneda, sede do Governo e lá acabou morrendo devido a explosões no local.

Palácio La Moneda, sede do governo chileno
Palácio La Moneda, sede do governo chileno

Os militares passaram a controlar o país. Iniciava-se uma ditadura de um só comandante, tal qual vivem hoje Venezuela, Coreia do Norte e outros países.

O governo Pinochet se estendeu por longos 17 anos (1973 a 1990) e deixou marcas duríssimas no Chile e em seus cidadãos.


Feridas abertas

Fala-se em mais de 3000 mortos e outros milhares de desaparecidos durante a ditadura. A perseguição contra os partidos de esquerda e demais opositores era, segundo consta em publicações da época, o carro chefe dos mandatários chilenos.

Como muitas feridas são sentidas até hoje, os chilenos vivem, todos os anos, as lembranças de uma época difícil.

Para relembrar estes acontecimentos (e o que estava por vir), protestos são convocados, anualmente no dia 11 de setembro, por organismos de direitos humanos e familiares de detidos e desaparecidos durante o regime militar.

Vale lembrar que todos os equipamentos turísticos públicos de Santiago possuem horário diferenciado sempre neste dia


Cuidados a serem tomados no dia 11 de setembro no Chile

O Chile é um país onde manifestações políticas são bastante fervorosas. Por isso, é recomendado, inclusive pelos agentes de segurança de Santiago, que os turistas não façam seus passeios pelo centro no dia 11 de setembro, principalmente após as 17 horas.

Isto inclui a região do Cerro Santa Lucía, do Palácio La Moneda, Plaza de Armas e redondezas.

Atualmente, o Chile é governado por Sebastián Piñera, desde 2018, quando sucedeu a socialista Michelle Bachelet. Eles vêm se alternando no poder desde 2006. Piñera pertence ao Renovación Nacional, partido considerado mais “moderado” do “Chile Vamos”, coalizão de direita e centro-direita.

Considerando que alguns militantes políticos atuam de forma, digamos, “mais vibrante” quando estão na oposição, é melhor seguir as orientações da segurança chilena. Faça passeios por outras partes da cidade especificamente neste dia ou, no máximo, se manter nas ruas até as 17 horas.

Assunto delicado

Mais uma coisa: os chilenos, assim como nós brasileiros, não têm boas sensações quando o assunto é ditadura.

Por isso, se você vai passar o dia 11 de setembro no Chile, evite fazer comentários ou mesmo críticas sobre o tema. Procure não gerar indisposição com militantes ou simpatizantes deste ou daquele partido ou ideologia.


PEDIDO ESPECIAL

Que bom que você chegou até aqui! Espero ter te ajudado a iniciar a próxima viagem, pois adoro ver as pessoas viajando por aí!

Gostaria de pedir uma ajudinha: o Blog EMBARCANDO.COM tem alguns parceiros que garantem preços mais baixos para o planejamento da sua viagem.

Fazendo suas reservas aqui pelo blog, ganho uma pequena comissão e você me ajuda a seguir trazendo dicas gratuitas de viagens baratas.

Você pode reservar hotéis AQUI através do Booking.com (use este link, tá?!) – É seguro, você NÃO PAGA NADA A MAIS e garante a comissão para o blog.

Também temos seguros viagem com desconto (basta utilizar este link e o CÓDIGO PROMOCIONAL: EMBARCANDO5 .

Muito obrigado e BOA VIAGEM!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.